HISTÓRICO

A criação do Laboratório de Pesquisa em Identidade e Diversidade Cultural no IA-UNESP, ocorreu em 26 de janeiro de 2010 e é uma proposta de caráter inovador na Unidade e visa promover, por meio da ação cultural, atividades de incentivo a diversidade cultural brasileira, como elemento fundamental da identidade nacional. Objetiva também colaborar para fortalecer a expressão cultural e o reconhecimento do Patrimônio Cultural Imaterial do País, por meio da arte. A UNESCO define como patrimônio cultural imaterial as práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas e também os instrumentos, objetos, artefatos e lugares que lhes são associados e as comunidades, os grupos e, em alguns casos, os indivíduos que se reconhecem como parte integrante de seu patrimônio cultural. O patrimônio imaterial é transmitido de geração em geração e constantemente recriado pelas comunidades e grupos em função de seu ambiente, de sua interação com a natureza e de sua história, gerando um sentimento de identidade e continuidade, contribuindo assim para promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana, segundo definição do Ministério da Cultura. Este espaço abrigará o grupo de pesquisa que objetiva estudar a cultura brasileira e suas diversidades, bem como, desenvolver projetos de pesquisa relacionados ao tema, promover atividades de extensão e publicações.

 

 

Justificativa

A criação do Laboratório de Pesquisa em Identidade e Diversidade Cultural evidencia o interesse do Prof. Dr. José Leonardo do Nascimento em propor ações e programas, na forma de estudos, projetos de pesquisa, ensino e extensão, para preservar a identidade e a diversidade cultural nacional, onde a arte se transforma em uma linguagem que reflete as características múltiplas do povo brasileiro.

 

 

Objetivos

Investigação das interfaces da abordagem da Arte nos aspectos: culturais, sócio-políticos, antropológicos, filosófico, psicológico e a convergência com a diversidade cultural brasileira.

 

 

Linhas temáticas de pesquisa, ensino e extensão

A abordagem teórico-metodológica interdisciplinar será focada nas categorias que promovam as ações culturais para incentivar a diversidade e a identidade cultural nacional e fortalecer o reconhecimento do patrimônio cultural imaterial no País.

 

 

  • Cultura contemporânea, educação e imaginário
  1. Objetivo: abordagem teórico-metodológica interdisciplinar focalizada nas categorias que promovam as informações da memória, da identidade cultural, imaginário e da educação superior.
  2. Palavras-chaves: diversidade cultural, identidade cultural, imaginário, educação, processos criativos e subjetividades.
  3. Áreas de conhecimento: antropologia, filosofia, artes, educação.
  4. Setor de aplicação: ensino superior

 

  •  Arte e Patrimônio imaterial
  1. Objetivos: estabelecer diálogos entre as artes visuais contemporâneas e o patrimônio artístico e histórico nacional, a partir de obras, ações artísticas e reflexões estéticas. Também visa unir e relacionar dois universos culturais: por um lado, trabalhos e processos oriundos da linguagem contemporânea e, por outro lado, aqueles que compõem o patrimônio imaterial e a memória do País.
  2. Palavras-chaves: patrimônio imaterial, arte, tradição, civilização, narrativas culturais.
  3. Área do conhecimento: memória cultural, interdisciplinaridade, arte.
  4. Setor de aplicação: educação superior

 

  • Cinema, Identidade, gênero e figurino
  1. Objetivo: reflexão e investigação sobre o fenômeno do cinema e seus efeitos na cultura contemporânea, na perspectiva transdisciplinar com as artes, a cultura e a sociedade. Também será investigado o estudos dos gêneros no cinema.
  2. Palavras-chaves: interdisciplinaridade, história do cinema, gênero, identidade, memória coletiva.
  3. Árvore do conhecimento: artes, cinema, identidade, gênero.
  4. Setor de aplicação: educação superior.

 

  • Artes e as interfaces com as linguagens narrativas e ficcionais
  1. Objetivo: pesquisar o diálogo entre a literatura, o cinema, o teatro e as transposições de linguagens ficcionais e suas interfaces com as artes em geral.
  2. Palavras-chaves: literatura, cinema, teatro e linguagens  ficcionais.
  3. Árvore do conhecimento: Lingüística, Letras e Artes, artes, teatro, cinema, literatura.
  4. Setor de aplicação: educação superior

 

  •  Música e a historiografia do Brasil
  1.  Objetivo: com a abordagem interdisciplinar, o tema envolve pesquisas históricas e/ou artísticas que contribuem para a historiografia do Brasil, na área de música e que envolvam fatos, pessoas, processos sociais ou artísticos, com a evolução da cultura brasileira.
  2. Palavras-chaves: diversidade cultural, identidade, música, cultura, história do Brasil.
  3. Áreas de conhecimento: música, composição musical, instrumentação musical, artes, história nacional.
  4. Setor de aplicação: ensino superior

 

Metas

a) Realizar, anualmente, o “Fórum Anual de Discussão sobre Identidade e Diversidade Cultural” com a participação da comunidade acadêmica do IA e de organizações educacionais, sociais, políticas e comunitárias visando a colaborar para a formação de políticas públicas para a diversidade cultural nacional.

b) Divulgar, periodicamente, no site do IA/UNESP, as atividades do grupo de pesquisa e também de artigos publicados pelos pesquisadores referentes a proteção e promoção da diversidade cultural brasileira, das expressões culturais nacionais e iniciativas para fortalecer o patrimônio cultural imaterial.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: